Reportagem sobre Natal, ex-ponta direita do Cruzeiro nos anos 70

terça-feira, 10 de setembro de 2013

 

Revista Placar 1970 

“Natal é valente, rápido, sabe ir à linha de fundo e cruzar. Penetrar com perfeição pelo meio da área quando pressente uma brecha. Eu realmente lamento a saída dele, mas não posso discordar das decisões da diretoria. (Hilton Chaves, técnico do Cruzeiro).

-Tenho trabalhado demais com Natal. Ele hoje é muito diferente do menino irrequieto de antes. Casou e está muito mudado, por isso é muito fácil colocá-lo em excelentes condições físicas na hora em que Aimoré quiser escalá-lo (Paulo Benigno), preparador físico do Cruzeiro).

-Natal está em ótimas condições de saúde. Pode jogar quando quiser. (Neilor Lasmar, médico do Cruzeiro).

Se Natal é tão importante para a direção técnica do seu ex-clube, porque permitiram a sua saída?

-Essa foi a transferência que pedi a Deus. Não tenho anda contra o Cruzeiro. Só não gosto mesmo é do Flávio Costa, tipo de homem chato. Desde que chegou a Minas começou a implicar comigo. Quer ser o dono do Cruzeiro (Natal, atual ponta-direita do Corinthians).

Outra coisa importante na vida de Natal é também a total falta de ambiente com a torcida do clube. Se todos da direção técnica sabem da sua mudança de comportamento depois do casamento, a verdade é que isto não foi suficiente para apagar a imagem de irresponsável que ele tinha antes. Por causa desta imagem, virou bode expiatório de todos os erros do time. Natal sabia disto. Tinha perdido o seu jeito brincalhão, gozador de contador de piadas.

Estou satisfeito, vou jogar no Corinthians, um time que tem torcida que precisa de vitórias e títulos. E é isso que eu quero ajuda-la a conquistar. Assim vou mostrar a toda à torcida do Cruzeiro que o meu futebol não acabou. Natal vem para o Corinthians na base do empréstimo por quatro meses. Vai ganhar CR$ 6.000,00 mensais entre luvas e ordenado. Se, no fim dos quatro meses houver interesses, o Cruzeiro topa uma nova conversa, desta vez então para acertar definitivamente.

As despedidas de Natal no Cruzeiro começaram logo que Carmine Furletti, diretor de futebol, foi lhe comunicar que havia acertado sua transferência para o Corinthians.

-Veja, Biruta (Tostão), você perdeu seu melhor companheiro. Adeus.

Tostão deu um sorriso, bateu nas costas de Natal, desejou-lhe felicidades.

-Não brinca com o Rivelino. Ele é um garotão sério. E cuidado com as tuas piadas, paulistinha. Natal de Carvalho Boroni é mineiro de Belo Horizonte, 25 anos. Desde os primeiros chutes no juvenil do Barreiro, bairro operário de Belo Horizontes, ele vinha mostrando um futebol certo, eficiente. Em 64 foi campeão juvenil ao lado de Tostão, Dirceu Lopes e Pedro Paulo. Com eles Natal passou a titular do Cruzeiro em 1965.

-Fiz dezenoves jogos pela Seleção, agora acho que o Corínthians pode me ajudar a voltar à Seleção outra vez. Não ganhei muito com o meu passado e com o meu gênio brincalhão. Não me entendiam. Agora tudo vai mudar.

Natal acredita na sua chance.

-Veja só: o Jairzinho corre demais com a cabeça baixa. Vaguinho perde para mim no toque de bola. Ainda sou o melhor ponta do Brasil. Quanto ao Lindóia, devagarinho, devagarinho, vai me entregando a 7 do Corínthians.”

 

Arthur Ferreira

2 Comentários

Bernardo Papini disse...

Olá, tudo bem?

Sou o Bernardo da equipe do futebol.com e recomendamos para o seu site os widgets gratuitos do nosso site: http://www.futebol.com/widgets

Existem vários tipos de widgets personalizáveis e automatizados, que mostram as próximas partidas de um time em específico, outro que exibe o calendário dos clubes com os resultados e outro que mostra classificação de diversas competições de futebol do mundo inteiro, com a possibilidade de destacar um time em especial na tabela, acho que são boas opções e alguma delas se encaixarão com perfeição no seu site.

Exemplos aqui (alterne entre as abas na parte superior do site): www.livescore.com.br

Qualquer duvida, podem nos contactar via Skype: bernardo.futebol.com
Ou via mail: suporte@futebol.com

Agradecemos a compreensão,
Obrigado.

12 de setembro de 2013 00:10