12/07/2017: Atlético - PR 0x2 Cruzeiro

sábado, 15 de julho de 2017



Atlético - PR 0x2 Cruzeiro
Motivo: 13ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 12/07/2017 (quarta-feira)
Local: Arena da Baixada, em Curitiba-MG
Árbitro: Braulio da Silva Machado – SC (CBF)
Público: 15.984 presentes
Renda: R$ 212.070,00
Gols: Lucas Romero, aos 27 minutos do 1º tempo; Rafael Marques, aos 40 minutos do 2º tempo
Atlético-PR: Weverton; Jonathan (Yago), Wanderson, Thiago Heleno e Nicolas (Cascardo); Otávio, Eduardo Henrique e Sidcley; Nikão, Éderson (Matheus Anjos) e Eduardo da Silva.
Técnico: Kelly
Cruzeiro: Fábio; Lucas Romero, Léo, Murilo e Diogo Barbosa; Henrique, Lucas Silva (Nonoca), Elber (Rafael Marques) e Thiago Neves; Alisson e Rafael Sóbis (Sassá).
Técnico: Mano Menezes
Cartões amarelos: Thiago Heleno, Matheus Anjos e Otávio (Atlético-PR); Henrique (Cruzeiro)




O jogo

Havia a expectativa para que Ezequiel, confirmado entre os relacionados na véspera do jogo, começasse entre os titulares na Arena da Baixada. Contudo, o incômodo no púbis do lateral-direito obrigou Mano Menezes a manter o volante Lucas Romero na posição. E a trinca de volantes, que funcionou na vitória sobre o Palmeiras, acabou desfeita. No lugar do suspenso Ariel Cabral, Mano escalou Lucas Silva. Já na vaga de Hudson, machucado, o escolhido foi o velocista Elber. O Cruzeiro, então, passou a atuar no 4-2-3-1, com dois meias abertos e Thiago Neves centralizado.

Apesar do esquema teoricamente mais ofensivo, o time celeste soube sofrer quando não teve a bola, como Mano Menezes tanto pediu nos treinamentos, e anulou os avanços do Atlético-PR nos primeiros minutos.  Quando se soltou e procurou o ataque, foi perigoso. Aos 12min, Lucas Silva recebeu de Elber, ajeitou para a perna direita e soltou a bomba do meio da rua. Weverton resvalou a ponta dos dedos na bola, que explodiu no travessão. Aos 28min, Lucas Romero arrancou no campo de defesa, conduziu a redonda até o meio-campo e tocou para Thiago Neves, que, por sua vez, encontrou Alisson na linha de fundo. O camisa 11 rolou para trás e achou justamente Romero quase na marca do pênalti. O argentino bateu rasteiro e fez seu segundo gol pela Raposa: 1 a 0.

Somente depois de levar o gol é que o Atlético-PR ameaçou a meta estrelada, mas em ataques isolados. Aos 36min, Nicolas cruzou, Sidcley tentou um corta-luz e a bola passou à esquerda de Fábio. Quatro minutos depois, Otávio chutou de fora da área e obrigou o camisa 1 cruzeirense a espalmar. Nos acréscimos, Sidcley voltou a aparecer na grande área, porém cabeceou mal a bola levantada por Nikão e desperdiçou boa chance.

A tônica do segundo tempo foi parecida com a da etapa inicial: Atlético-PR com a posse de bola, mas sem ameaçar de maneira efetiva a meta de Fábio, que teve tranquilidade para defender todas as finalizações. Já o Cruzeiro, que priorizou a marcação durante a última parte, matou o confronto aos 40min. Depois de grande jogada de Nonoca, que driblou dois adversários e foi desarmado, Thiago Neves pegou a sobra e bateu cruzado. Weverton espalmou para o meio da área, e Rafael Marques – que acabara de entrar no lugar de Elber – ampliou o placar: 2 a 0.